BULLYING NÃO

Diga não ao bullying


Infelizmente esta palavra da língua inglesa vem sendo cada vez mais conhecida. O bullying é caracterizado quando um ou mais alunos faz uso de atos agressivos - verbais ou físicos - repetidamente contra um ou mais colegas.

Alguns destes atos podem ser colocar apelidos ofensivos, humilhar, discriminar, isolar, intimidar, perseguir, amedrontar, bater, tiranizar. Alvos frequentes são os tímidos, os baixinhos, gordinhos, portadores de óculos, os muito magros. Crianças que sofrem de baixa autoestima e têm dificuldade para reagir à situação.

É muito difícil para os pais descobrirem que seu filho sofre algum tipo de perseguição em sala de aula, seja ela verbal ou física. Entrar em contato com a escola e deixar a direção ciente dos fatos e disposta a solucionar a situação penosa é o primeiro passo.

Em casa, é importantíssimo trabalhar a autoestima da criança ou adolescente, além de fazê-lo entender que é preciso reagir e denunciar o agressor.

Fonte: Personare
Foto: A/D / OpenBrasil.org

Bullying Não - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas